Sob convite da Coordenadora Latino-Americana e do Caribe de Pequenos Produtores e Trabalhadores do Comercio Justo – CLAC, a Hanns R. Neumann Stiftung do Brasil – HRNS do Brasil participou de um dia para troca de experiências com técnicos de organizações fairtrade de países latino-americanos. Foram 18 técnicos vindo de países como:  México, Guatemala, Honduras, El Salvador, Nicarágua, Costa Rica, Colômbia, Equador, Peru e Bolívia, que visitam o Brasil para conhecer mais sobre a cafeicultura do país.

O cenário foi a sede da cooperativa COOPASV, organização fairtrade localizada no município de Santana da Vargem, no Sul de Minas. A cooperativa, que é parceira da HRNS do Brasil vem trabalhando na promoção de tecnologias sustentáveis, como a geração de energias limpas, o manejo das águas residuárias e a conservação do meio ambiente. Neste enfoque, foram apresentadas algumas das práticas de adaptação e mitigação às mudanças climáticas, como a produção de energia fotovoltaica, as fossas sépticas ecológicas, a produção de variedades melhoradas com tolerância a ferrugem e seca e manejo de viveiros de café.

Outros enfoques, como o Modelo de Assistência Técnica Coletiva e as Escolas de Campo de Agricultores aplicadas na execução do projeto “Resiliência climática, empoderamento de agricultores e produção sustentável do café no Sul de Minas” apoiado pela S&D Coffee and Tea, foram apresentadas.

Dando continuidade as atividades, os técnicos continuarão durante a semana visitando cooperativas fairtrade da região Sul de Minas e a Universidade Federal de Lavras.