No marco do Projeto Lavazza, nos dias 04 e 05 de fevereiro, a HRNS do Brasil esteve em Campanha/MG para realizar mais uma ação de cunho ambiental através da promoção do Código Florestal e das práticas de adaptação às mudanças climáticas. O evento foi realizado no Sítio da Pedra, propriedade de Sérgio de Castro e Elza de Castro, membros da  Associação das Mulheres Empreendedoras do café da Serra da  – Amecafé. 

Os temas climáticos foram abordados com o objetivo de sensibilizar os produtores sobre os potenciais riscos e impactos provocados pela variabilidade e mudança do clima. Também foi compartilhado o trabalho da Iniciativa para Café e Clima – c&c apresentando práticas de manejo a fim de minimizar os efeitos do clima na lavoura de café.

D.Elza plantando mudas nativas na Área de Preservação Permanente

Na parte teórica, evidenciou-se a importância da preservação do meio ambiente e do trabalho em conjunto para recuperação e manutenção de nascentes e Área de Proteção Permanente – APP. Quanto a parte prática, consciente do papel das florestas no ecossistema, o Sr. Sérgio, cafeicultor e pecuarista, realizou o cercamento da sua APP, para impedir a degradação da área e a perpetuação da fauna e flora no seu sítio.

O evento foi considerado como marco inicial das ações que devem ser realizadas na nova fase do Projeto Lavazza, que prevê a recuperação e proteção de nascentes por meio do reflorestamento com espécies nativas.  O projeto considera também o isolamento de nascentes através do cercamento, especialmente perante a existência de gado na propriedade. No treinamento, foram cercados 500 metros de perímetro da nascente com 400 mourões, assim como utilizadas 45 espécies nativas para o enriquecimento florestal. 

A propriedade é uma unidade demonstrativa na qual estão sendo programados mais eventos de caráter educativo com a presença dos produtores.

Por fim, a HRNS do Brasil contribuiu com mudas de espécies nativas para os produtores participantes da formação para replicarem a ação nas suas propriedades. Desta vez, mais de 2 mil mudas foram plantadas de um total de 40 mil para os próximos dois anos.